Votação: Você concorda com a(o) Tiffany jogar a liga Feminina?
Sim
14.81%
4 14.81%
Não
85.19%
23 85.19%
Total 27 votos 100%
* Você votou por este item. [Mostrar Resultados]

Avaliação do Tópico:
  • 0 votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Tiffany, o trans jogando a liga de mulheres.
#21
Ué, as minas sempre apoiam e acham bonito o cara virar traveco, agora tem de aceitar sem choro.


Citar:A puta disse que cobra 5 reais o boquete por 5 minutos com camisola... achei que não valia a pena, fui embora. Comprei uma lata de guaraná . acho que fiz um bom negócio.

[Imagem: 24mumn4.jpg]
Responder
#22
Tá chegando a hora do próximo reset na terra, cada dia nego inventa algo diferente.


[size="3"]FUUUUUU!

-------------------------------------------------------------------------
[/size]
Responder
#23
Bolsonaro das merdas que ele disse, ele sempre falou que criariam o super cidadão e tá aí, criaram.
O cara jogou na liga masculina, encheu o saco e agora joga na liga feminina.
O mesmo identifica-se para banheiro, vagão de metrô etc
Pode anotar aí, ainda vão transformar "Tyffany" numa espécie de "heroína", estilo Pablo Vittar, e nós não poderemos dar um pio para dizer o contrário sobre isso.
Responder
#24
Nego chora até por vagão de metro também viu séloco. Tem mais é que socar o mulheril nos vagões normais pra levar 26 encoxadas por minuto feat doente batendo punheta no ombro dela mesmo.

@topic: andei lendo umas notícias e acho que tem que ver o rendimento dela ao longo da temporada pra ver se é realmente algo desbalanceado ou não. Só achei de um lado gente reclamando que ela é forte demais e do outro o COI atestando que todos os índices hormonais dela são mantidos bem abaixo do limite.


[Imagem: 96jTxMx.jpg]
Responder
#25
(01-17-2018, 11:46 AM)dulago Escreveu: Nego chora até por vagão de metro também viu séloco. Tem mais é que socar o mulheril nos vagões normais pra levar 26 encoxadas por minuto feat doente batendo punheta no ombro dela mesmo.

@topic: andei lendo umas notícias e acho que tem que ver o rendimento dela ao longo da temporada pra ver se é realmente algo desbalanceado ou não. Só achei de um lado gente reclamando que ela é forte demais e do outro o COI atestando que todos os índices hormonais dela são mantidos bem abaixo do limite.

Mas levar em consideração o rendimento não é a melhor forma de avaliar se ela pode ou não jogar a liga feminina.

Ok, ela se tornou um monstro fisicamente, mas tecnicamente é  uma merda (Vão dizer que tatudobem)
Mas se tecnicamente ela for o Giba, vão falar que é por causa das vantagens de ter um corpo masculino não?


[Imagem: rayrle.jpg]
Responder
#26
(01-17-2018, 11:46 AM)dulago Escreveu: Nego chora até por vagão de metro também viu séloco. Tem mais é que socar o mulheril nos vagões normais pra levar 26 encoxadas por minuto feat doente batendo punheta no ombro dela mesmo.

@topic: andei lendo umas notícias e acho que tem que ver o rendimento dela ao longo da temporada pra ver se é realmente algo desbalanceado ou não. Só achei de um lado gente reclamando que ela é forte demais e do outro o COI atestando que todos os índices hormonais dela são mantidos bem abaixo do limite.


Mas esse negocio de drendimento não faz muito sentido, pq ele nunca foi um jogador de destaque na liga masculina, e na feminina tem gnt ja apoiando a convocação dele pra seleçao feminina... agora imagina se um cara que já tinha destaque, ja era de seleção no masculino vai pra feminina..


[size="5"]"Enquanto houver uma Estrela Solitária no céu, Urubu nenhum voa mais alto..!"[/size]

[Imagem: 117vkvp.jpg]
Responder
#27
(01-17-2018, 11:53 AM)ThE-CurseD Escreveu: Mas levar em consideração o rendimento não é a melhor forma de avaliar se ela pode ou não jogar a liga feminina.

Ok, ela se tornou um monstro fisicamente, mas tecnicamente é  uma merda (Vão dizer que tatudobem)
Mas se tecnicamente ela for o Giba, vão falar que é por causa das vantagens de ter um corpo masculino não?
IMO só seria um problema ela jogar a liga feminina se fosse fisicamente muito superior às outras atletas, pro que, até agora, não tem muita evidência concreta.

Se ela vier a ser uma das melhores jogadoras da liga mas por competências técnicas não vejo como atrelar isso ao fato de ter nascido homem.


[Imagem: 96jTxMx.jpg]
Responder
#28
Defensores de homens em ligas femininas têm como linha de argumento que atletas passam por tratamentos para reduzir seus níveis de testosterona para o mesmo nível exigido das atletas nascidas mulheres.

O ponto importante de notar deste argumento é que ele desconsidera todo o passado e a importância disto nos resultados presentes.

Em vários esportes, mulheres que disputaram competições femininas oficiais, desde as categorias de base, passam toda sua vida profissional sendo monitoradas em incontáveis testes, dentro e fora do período de competições. No mínimo traço de testosterona detectado acima dos níveis permitidos, uma suspensão é aplicada.

No caso específico do Volei Feminino, toda a patrulha médica do Comitê Olímpico Internacional (COI), da Federação Internacional de Vôlei (FIVB) e da própria CBV serviram para que a força, musculatura, ossos e condição cardiovascular não estivessem sendo construídos injustamente com o hormônio masculino ao longo de todos os anos de competição.

Durante toda a trajetória da atleta ela é submetida ao controle da Agência Mundial Anti-Doping (WADA), o que incluiu informar ao órgão, durante anos, onde está todos os 365 dias do ano para que pudesse ser alvo de um teste-surpresa. Todas as atletas profissionais e profissionais do ramo conhecem esta realidade.

Dai o Rodrigo que foi 'homem' durante 31 anos e competidor proffisional em liga masculina de volei, decide nos últimos 2 a controlar artificialmente seu nível hormonal. Dai tudo blz.

Mas participar de liga f e m i n i n a de volei onde o rigoroso controle de níveis hormonais das demais atletas não valeu para ele é algo lógico ou justo?


Para mudar o post acima, basta baixar o código fonte, disponível na página do criador e alterá-lo. 
Responder
#29
(01-17-2018, 08:47 AM)Bugio Escreveu: Ana Paula é mais uma acéfala do mesmo naipe do frota, natural ela ter essa opinião. Ela vive tretando no twitter com outras jogadoras/atletas dos mais diversos esportes, dá retweet em Raquel Sherameupausade, Janaína Burrascal e MBL...

Não manjo o posicionamento político dela, muito menos acompanho tretas e postagens no Facebook e Twitter.

Mas o que ela diz no texto sobre o acompanhamento dos níveis hormonais ao longo de toda carreira da atleta é bastante plausível. E que é basicamente o que o rapaz colou no post acima, mas provavelmente ninguém no tópico leu o texto da Ana Paula.

TL;DR Um ou dois anos de tratamento hormonal não reduzem (suficientemente) o impacto que uma vida inteira vivida com níveis de testosterona de um homem tem no corpo, especialmente o impacto que a puberdade têm no corpo masculino. Estrutura e densidade óssea, explosão muscular, capacidade cardiovascular, etc...
Responder
#30
A estrutura óssea é diferente, se você pegar um esqueleto de uma mulher e de um homem dá para saber qual é qual pela proporção e formato dos ossos... não tem como ficar igual só com uns remedinhos, logo só otário defende essa merda e acabou, se ninguém desse ouvido para esses idiotas não estaríamos tendo nenhum problema. Mas não, fdp quer ser politicamente correto e fode com tudo.


[Imagem: v1.png]
Responder


Saltar Fórum:


usuários a ver este tópico: 1 Visitante(s)